António Portugal + Manuel Maria Reis

ANTÓNIO PORTUGAL, (Murtosa, 1965) e MANUEL MARIA REIS, (Marco de Canavezes, 1960) estudaram arquitectura na Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto (FAUP, 1990 e 1994, respectivamente)

Trabalham em conjunto, no Porto, desde 1990, com vários trabalhos particularmente centrados na edificação de equipamentos públicos universitários e na recuperação de património.

Obtêm alguns prémios em concursos, nomeadamente:

2º prémio, Edifício Sede da DREN, no Porto, 1991;

1º prémio, Escola Superior de Tecnologia e Gestão do IPP, em Portalegre, 1992;

1º prémio, Departamento de Engenharia Electrotécnica da FCT da UNL, em Almada, 1993;

1º prémio, Remodelação da “Casa da Cerca” para Biblioteca e Arquivo Municipal de Amarante, 1994;

2º prémio, Departamento de Engenharia Civil da Universidade do Minho em Braga, 1996;

1º prémio, Remodelação do “Quartel do Trem” para Escola Superior Agrária do IPP, em Elvas, 1999;

3º prémio, Remodelação do Colégio da Trindade para Colégio Europeu da Universidade de Coimbra, 2001.

3º prémio, Residencia de estudantes da Universidade de Coimbra, 2001.

1º prémio, Reabilitação da Igreja e Mosteiro de Santo André de Rendufe, 2002

3º prémio, Conservatório de Música de Coimbra, 2004

2º prémio, Parque de Estacionamento Subterrâneo e Jardim Municipal em Valença, 2007

Nomeados para o prémio “Secil” em 1998.

Finalistas na III Bienal Iberoamericana de Arquitectura no Chile em 2002.

“Silver Medal”, III Bienal Miami+Beach 2005.

“High Commend”, AR Awards for Emerging Architecture 2005.

Finalistas no Prémio Ibérico de Arquitectura ENOR 2006.

Selecção especial para a mostra “Habitar Portugal” na Bienal de Veneza 2006.

Selecção portuguesa para a V Bienal Iberoamericana de Arquitectura, Montevideu 2006.

Prémio João de Almada 2006 - 11ª Edição, Porto 2006.

Os seus trabalhos já foram exibidos e publicados em Portugal, Espanha, França, Inglaterra, Itália, EUA, Brasil, Chile, China e Japão.